quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Gaio / Eurasian Jay / Garrulus glandarius



É uma espécie muito colorida. Tem uma coroa listada de cinzento acastanhado e branco. Um "bigode" preto, peito e barriga castanho rosada, asas pretas com uma banda larga, uropígio branco e cauda preta. O bico é curto e forte. É uma ave comum em Portugal distribuindo-se em todo o território, sendo, no entanto, sendo mais comum no norte e centro do que no sul do país. Esta ave é omnivora. Alimenta-se de invertebrados, principalmente de escaravelhos e larvas de borboletas, de frutos e sementes, preferindo bolotas. Durante o Inverno alimentam-se das bolotas armazenadas durante o Verão, onde as escondem no solo sob o manto de folhas e musgo.

It is a very colorful species. It has a striped crown brownish gray and white. A black "mustache", chest and belly pinkish brown, black wings with a broadband, white rump and black tail. The beak is short and strong. It is a common bird in Portugal, being distributed throughout the territory, being however, more common in northern and central than in the south. This bird is omnivorous. It feeds on invertebrates, mainly beetles and caterpillers, fruits and seeds, preferring acorns. During the Winter, feeds on acorns stored during the Summer, where they hide in the ground under the mantle of leaves or moss.

Local: Parque de Avioso em Junho 2010

8 comentários:

Manuela Marques disse...

Lindo!
As fotos em voo estão uma maravilha ;)

Boas entradas!

Inocêncio Oliveira disse...

Obrigado Manuela, para vós também!

Hernán Tolosa disse...

Hermosa especie de urraca, no la conocía (voy a tener que leer más seguido la guía de Europa). Me gustan sobre todo las fotos del ave en vuelo, me gusta la dinámica y la dificultad que conllevan tomar esas fotos
Saludos y feliz año

Xabier Prieto Espiñeira disse...

Nom é doado colher um Gaio por surpresa, Inocêncio. Meritórias imagens..

Polo Norte de Galiza semelha que aumentóu um pouco a sua povoaçom; seguramente porque soubo se adaptar às massas de eucaliptos e pinheiros alóctones. Ainda que devido a ausència quasse total de carvalhos na zona litoral apenas deve consomer bolotas (ou "landras", como as chamamos por aqui).

Um abraço.

Inocêncio Oliveira disse...

Olá Hermán
Já é muito o conheceres as aves do teu hemisfério/continente (eu as europeias) e não é fácil reconhecer outras por guias. Não tendo acesso a observar "in loco", como sabes a memória que guardamos de uma observação é muito mais eficaz! Embora com muito estudo e quando necessário lá se aprende algo ;)
É mais fácil fotografar gaivotas, claro, mas tive sorte por ele resolver passar perto de mim...

Saludos e um Bom Ano

Inocêncio Oliveira disse...

É como dizes Xabier, não é uma ave dada a confianças ;)apenas tive sorte por este passar perto ;)
Eles são de realmente muito adaptáveis, graças também ao facto de serem omnívoros, o que lhes facilita um pouco a vida! Como vivo numa zona semi-rural estou acostumado a observa-los com alguma frequência. São bastante numerosos no Parque de Avioso que frequento com alguma regularidade e é observa-los a comer "landras" e a levarem para armazenar sempre muito ruidosamente ;)

Abraço

marga disse...

Es apasionante contemplar el vuelo de las aves.
Tus fotos permiten disfrutar de esta pasión al mirarlas.
Feliz año y felicidades por tu trabajo :)

Inocêncio Oliveira disse...

Gracias Marga, pelo simpático comentário!

Bom Ano e felicidades para ti também.